domingo, 27 de março de 2011

O MITO (Sannio C.)

EDIÇÃO DE TEXTO: Tommy Wine Beer.

"o cara mais underground que eu conheço é o diabo" (Zeca Baleiro)


No quinto dia da criação do mundo.


Deus diante da sua soberana sabedoria resolveu inventar a sacanagem.

Chocados com a iniciativa de seu honorável mestre, os anjos resolveram criar um conselho a fim de destituir o velho esclerosado de seu cargo.


Esta história conta esta passagem incomum de nossa (?) história.

- Senhores! Ordem! Ordem! - proferiu o anjo com a balança em uma das mãos.

- Vamos deixar o nosso irmão Lúcifer expor o seu argumento!

Nisso levanta-se um ruivo franzino no meio das figuras aladas. E diz com voz de dragão:

- Obrigado irmão Miguel! Tu sempre foi o meu preferido! Senhores e senhoras... - olhando maliciosamente para alguns Querubins que observavam à tudo de trás de um arco-íris.

- Não podemos mais seguir este homem. - anjos confusos.

- Proponho que adoremos a cabra. É um animal tão dócil e bonitinho!

Antes que pudesse terminar o infeliz discurso Miguel puxou de seu "facão três listras" e tascou o dito no lombo do tinhoso. Causando um caos generalizado.

No sexto dia Deus criou o homem. O céu tremeu.

2 comentários:

paul.eric disse...

Anjos... ;p

Walter Ego

Anônimo disse...

sE puxo nesse aí carta!! Achei massa, hilário, rápido e boladaço!
abraço,
Sr. Wine Beer.